Michiko, uma protagonista em conflito

»»»Cuidado! Este post contem spoilers da HQ A Samurai«««

Michiko se torna uma samurai para lutar pelos seus sonhos e encontrar a sua família. No entanto, quando ela acredita que está prestes a alcançar o seu objetivo, sente-se responsável pela morte da família do senhor feudal Nobuhiro, seu danna (mecenas).

Como alguém que sonha em encontrar a família e não mede esforços para alcançar seus sonhos é capaz de acabar com outras famílias? Como pode alguém que preza tanto pelo bem estar das pessoas ao seu redor manchar suas mãos com sangue inocente?

Eis a beleza de um bom personagem: ele se contradiz.

Todos nos contradizemos, o tempo inteiro. Não importa a idade, o gênero, as crenças, nada. Em um momento fazemos uma coisa e, no outro, fazemos o oposto. Por isso, os personagens mais envolventes são os imperfeitos. Eles causam identificação.

Em A Samurai: Primeira Batalha eu trabalho exatamente com essa contradição da Michiko, mas vou um pouco além. Ao sujar as mãos com sangue inocente pela primeira vez, ela enfrenta um conflito moral enorme, que dá o tom da trama da HQ.

Ficou curioso para saber o desfecho dessa história? Então é sua vez de ingressar para o exército samurai da Michiko e apoiar o projeto!

Deixe uma resposta